O que é o Guia Pesca de Praia Fórum Desafios GPP Loja Virtual Comunidade no Orkut Rádio GPP Entre em contato Home Fórum
De olho nas marés

O que são tábuas das marés e para o que serve?





Quando programamos nossas pescarias, verificamos vários itens de que compõe a tralha para não corrermos o risco de esquecer nada.

Também não menos importante que os nossos equipamentos, é fazer a leitura da “tábua de marés” do dia da pescaria.

Com essas informações conseguimos saber em que hora a maré estará vazando, enchendo, quando será negativa para retirada de corrupto, até onde posicionar o material na beira de praia para não ser surpreendido por uma onda maior e ter a queda dos equipamentos. É muito difícil determinar em qual maré teremos maior produtividade na pesca, particularmente tenho melhores resultados com a maré enchendo, mas bons exemplares já saíram também na vazante e baixa. Com o movimento das marés, principalmente na enchente, o fundo fica mexido liberando alimentos que estavam estacionados no fundo, nesse período os peixes vão em busca de alimentos, resultando numa pescaria de maior ação.


>Tábua de marés

São estudos executados com cálculos matemáticos para todos os dias do ano, orientando as navegações em canais e portos sobre o nível das águas com o registro das cartas náuticas. Com isso nós pescadores pegamos carona nessas informações para aplicarmos nas pescarias.





As marés são fenômenos produzidos pela atração gravitacional do Sol e a Lua em relação á Terra, a Lua por estar mais próxima exerce uma força maior e atrai lateralmente em seu sentido a grande massa de água do nosso planeta, resultando nas marés.
Esse movimento acontece duas vezes por dia (enchente/vazante) e seu período tem a duração de 6 horas e 12 minutos cada.


>Amplitude da maré

É a variação do nível da água entre a maré alta e baixa. A Lua se afasta e se aproxima da Terra devido a sua “órbita” ser elíptica, então, quanto mais distante a maré fica mais baixa e quanto mais próxima ela fica mais alta. Cada região tem sua geografia, topografia, clima e intensidade do vento diferente das outras, isso também influência na variação das marés, enquanto em algumas regiões à variação são de centímetros em outras são de metros, chegando a atingir a altura de 15 metros.





Na Lua (cheia/nova) a maré fica mais alta sendo chamada de maré viva, pois a Lua e o Sol se alinham com a Terra somando uma maior força gravitacional, quando ocorrem as chamadas marés de Sizígia e na (crescente/minguante) quando formam ângulo reto (quarto) fica mais baixa e é chamada de maré morta e todas as fases da lua têm seu Perigeu e Apogeu (ponto mais próximo e mais distante da terra).





> Preamar: maré cheia, ponto mais alto da maré.
> Baixa-mar: maré baixa, menor ponto da maré.
> Estofo: curto período entre as marés sem qualquer alteração.
> Enchente: entre a baixa-mar e a preamar com o aumento da maré.
> Vazante: entre a preamar e baixa-mar quando a maré diminui.
> Maré de Sizígia: na Lua Nova e Cheia há um reforço da atração do Sol e ocorrem as maiores marés.


>Lendo a Tábua da Maré.

Tendo como exemplo a leitura de uma tábua do primeiro dia de janeiro de 2009 temos as seguintes informações:





Na parte superior temos os dados de localização com as coordenadas do porto (latitude e longitude), fuso horário, instituição geradora, nível médio aproximado de todas as baixas e altas e a identificação da carta náutica.
- Primeira Baixa-mar acontecendo às 00:00 h com 0.2 metros.
- Primeira Preamar acontecendo às 04:34 h com 1.1 metros.
- Segunda Baixa-mar acontecendo às 12:06 h com 0.5 metros.
- Segunda Preamar acontecendo às 16:40 h com 0.9 metros.


Informação.

Os dados da tábua pode não bater 100% com as informações oficiais, a variação do clima de cada região como pressão, vento, distância de cada ponto de medição e principalmente o horário pode alterar os dados informados. As horas listadas não são corrigidas para o horário de verão.


Autor: Marcelo Rubio Esteves
Matéria: Coluna da Revista Pesca Esportiva, Edição Nº 140/Abril de 2009.


HOME | TOPO