O que é o Guia Pesca de Praia Fórum Desafios GPP Loja Virtual Comunidade no Orkut Rádio GPP Entre em contato Home Fórum
Camarão no anzol

Podemos iscar o camarão de várias formas, conheça três delas com camarão descascado.

O camarão é uma das iscas mais populares na pesca de praia, além do fato de ser extremamente fácil de encontrar, tem grande sucesso na captura de quase todos os peixes, seria como uma isca universal, principalmente pelos iniciantes na modalidade.

A eficácia dos resultados depende muito da qualidade do camarão, que deve ser preferencialmente fresco e sem conservantes químicos (como o metabissulfito de sódio). Um tipo de pó que os pescadores colocam sobre os camarões para conservá-los ainda no barco, o pó é branco, mas quando em contato com a água fica meio avermelhado, os camarões frescos são mais escuros e soltam um caldo preto.

Os mais usados são ferrinho (Artemesia longinaris), sete barbas (Xiphopoenaeus kroyeri) e branco (Litopenaeus schmitti). Encontramos também o lameirão, cinza (cativeiro), da lagoa, barba ruça, rosa, santana e alguns outros tipos em outras regiões do país. Para a conservação dos camarões, cortamos suas cabeças com o auxílio de uma tesoura, lavando-os em seguida com água do mar e colocando-os em recipientes como pequenas embalagens plásticas, saquinhos, potes de margarina ou de alumínio. Assim, estão prontos para ir para o congelador.

O período do defeso do camarão (época de proibição da captura) tem algumas datas diferentes, do extremo sul do país até a divisa entre os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, o período de proteção às espécies vai do dia 1º de março até 31 de maio; no litoral capixaba, a pesca do camarão fica proibida em dois períodos, entre os dias 15 de novembro e 15 de janeiro, e no período de 1º de abril a 31 de maio. A pesca de arrasto de camarão das espécies rosa, branco e sete barbas, válida para o litoral do Maranhão, Pará, Amapá e Piauí. Corresponde do dia 15 de outubro, até o dia 15 de fevereiro. Assim quando estivermos próximos a data do defeso, vale armazenar um quantidade no congelador e não correr o risco de ficar sem.





1. Iscando inteiro.
Como iscar: descasque todo o camarão, faça uma fenda ao longo do dorso, posicione e introduza a ponta do anzol onde ficava a cabeça, corra a linha pela fenda até a ponta da cauda, utilize fio elástico da ponta da cauda até o meio, de modo que metade do camarão fique livre junto com a ponta do anzol.

















2. Iscando em forma de “bolsinha”
Como iscar: com o camarão inteiro descascado, com auxílio da tesoura, separe em dois filezinhos, coloque o anzol no meio do filezinho e dobre ambas as partes sentido a ponta da haste, assim é só amarrar com fio elástico na ponta da haste para fixar a isca, deixando a ponta do anzol aparente.














3. Iscando em filé inteiro.
Como iscar: da mesma maneira do passo anterior, separe o camarão inteiro em dois filés, coloque o anzol na ponta da parte mais larga do filé, estique a cauda no sentido da ponta da haste e finalize amarrando com fio elástico apenas na parte da haste, deixando a parte de baixo sem elástico e com a ponta do anzol aparente.














Utilização do Fio Elástico
O fio elástico é de grande importância para a amarração da isca no anzol para atingirmos principalmente bons arremessos sem que esta se desprenda no movimento. Porém a utilização em excesso tira a eficácia da isca, deixando-a dura e muitas vezes sobre a ponta do anzol não permitindo a fisgada, por isso vale a pena sempre lembrar que devemos usar somente o necessário para fixar a isca no anzol com algumas voltas de elástico e não exagerar. Isso tem grande influência no resultado final, encontramos os fios elásticos nas cores branca e vermelha nas lojas de pesca.


Autor: Marcelo Rubio Esteves
Matéria: Coluna da Revista Pesca Esportiva, Edição Nº 144/Agosto de 2009.


HOME | TOPO